Conecte-se conosco

    Política

    Cícero Magalhães diz que população não pode ficar sem transporte público

    Publicado

    em

    Cícero Magalhães diz que população não pode ficar sem transporte público

    O deputado estadual Cícero Magalhães (PT) alertou nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa sobre a possibilidade da população ficar sem o transporte público urbano em Teresina.

    “A população não pode pagar o preço de ficar sem transporte coletivo nessa discussão entre prefeitura e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT)”, afirmou Cícero Magalhães.

    Para o deputado, a vida dos trabalhadores tem sido bastante dificultada e acredita que a volta às aulas, neste mês de agosto, tornará ainda mais urgente a resolução do impasse.

    “Agora temos esse agravante de que as aulas no estado vão recomeçar de forma presencial, e isso acirra ainda mais a situação. Será que os pais dos alunos, lá da periferia, têm condições de levar os filhos e depois irem buscar com os transportes deles?”, questiona o parlamentar. Cícero Magalhães declarou que é importante que as aulas recomecem, mas é fundamental que o transporte coletivo já esteja funcionando.

    O deputado afirmou que votou em Dr. Pessoa no segundo turno das eleições municipais querendo uma mudança no setor de transporte, mas “para melhorar, não para sucumbir”.

    “Fui vereador de Teresina e deputado junto com Dr. Pessoa, e seu discurso era de fortalecer e priorizar as causas dos mais humildes e eu quero acreditar que o nosso prefeito ainda não abandonou esse discurso”, exclamou Cícero Magalhães, acrescentando que está na hora do prefeito de Teresina chamar para si o problema e resolvê-lo.

    A situação está tão grave, conforme o deputado, que há pessoas que tiveram que dormir no trabalho, pois não tinham como voltar às suas casas. Existem locais em que somente o transporte público coletivo vai, com outras opções, como Uber, não indo por temer assaltos.

    “As pessoas estão ficando sem trabalhar ou tendo que pagar caro em sua locomoção. Isso não é justo, não é correto e depõe contra a biografia do nosso prefeito, que tem uma história bonita e humana”.

    Junto com o deputado estadual Gessivaldo Isaías (Republicanos), o parlamentar do PT assinou um requerimento para convidar a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), os órgãos fiscalizadores de Teresina e as associações de moradores para saber o porquê de o transporte coletivo de Teresina estar parado.

    Com informações da Alepi

    o de Teresina estar parado.

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Banca de Jornal

    Propaganda