Câmara escolhe Jhonatan de Jesus para ser ministro do TCU

Escolhido com 239 votos dos colegas parlamentares, o deputado Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR) deverá ser o primeiro negro a assumir o cargo vitalício de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Apoiado pelo presidente reeleito da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), o parlamentar de 39 anos foi eleito durante sessão desta quinta-feira (2), e deverá atuar por cerca de 36 anos, na corte com poder de fiscalizar gestores de recursos federais e apreciar as contas do presidente da República.

A efetivação de Jhonatan de Jesus dependerá de análise do Senado. Mas o eleito prometeu, ao pedir votos em Plenário, cumprir seu papel no TCU, que é órgão auxiliar do Congresso Nacional. “O TCU não existe para punir, mas para auxiliar o Parlamento”, disse o parlamentar que poderá ser o primeiro ministro terrivelmente evangélico no TCU.

Médico e deputado campeão de votos em Roraima, Jhonatan de Jesus concorreu à vaga da ex-ministra pernambucana Ana Arraes, contra o carismático ex-deputado Fábio Ramalho (MDB-MG), que obteve 174 votos, e com a deputada Soraya Santos (PL-RJ), que teve 75 votos.

A eleição do deputado de Roraima, marcada para o dia seguinte à recondução de Lira ao comando da Câmara, comprova o caráter de “cumpridor de compromisso” atribuído como marca do presidente da Câmara. Pois retribui a contribuição decisiva da bancada do Republicanos, com 41 parlamentares, à reeleição de Lira, com recorde histórico.

A acomodação do Republicanos no TCU também agrada o PT, cujos aliados do presidente Lula tentam uma aproximação com o partido de Jhonantan de Jesus, desde a eleição presidencial de outubro de 2022.

Fonte: diariodopoder.com.br
Foto: Reprodução

relacionadas

talvez você goste