Conecte-se conosco

Cidades

Atriz Nicette Bruno morre vítima da covid-19

Publicado

em

A atriz Nicette Bruno morreu neste domingo (20), aos 87 anos. Ela estava internada desde o dia 26 de novembro, com covid-19.

A informação foi confirmada pela Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, onde a atriz estava sendo tratada. “Nicette morreu hoje, às 11h40, devido a complicações decorrentes da covid-19. O hospital se solidariza com a família neste momento”, diz a nota da instituição.

De acordo com boletim divulgado mais cedo, o quadro clínico da atriz havia piorado e era considerado muito grave. Ela estava na UTI.

Início de carreira
Nicette Bruno nasceu em 7 de janeiro de 1933 em Niterói, no Rio de Janeiro. Começou a carreira artística ainda criança anos na Rádio Guanabara no programa infantil de Alberto Manes. Ainda na infância começou a estudar piano.

“Estudei até o segundo clássico, e não cheguei a me formar. A única formação que eu tenho é a de piano, no Conservatório Nacional, além de sempre me dedicar ao estudo do teatro. Na rádio, comecei, aos 4 anos, as minhas primeiras demonstrações, declamando, cantando”, disse ela para o site Memória Globo.

A vocação revelada desde cedo acabou influenciando a mãe, Eleonor Bruno, que era médica e a acompanhava em seus trabalhos. Eleonor acabou trocando a profissão para ser atriz como a filha.

Aos 14 anos, Nicette já trabalhava profissionalmente com teatro como contratada pela Companhia Dulcina-Odilon, da atriz Dulcina de Morais.

O amor pelo palco também a levou a conhecer Paulo Goulart, com quem foi casada por mais de 60 anos e teve três filhos. Paulo morreu em 2014, aos 81 anos, vítima de câncer renal.

Pioneira na TV
A estreia na televisão foi no ano de inauguração da TV Tupi, em 1950. Além de participações em recitais e teleteatros no canal, Nicette atuou na primeira versão do “Sítio do Picapau Amarelo”, exibida entre 1952 e 1962.

A primeira novela foi em “Os Fantoches” (1967), de Ivani Ribeiro, na TV Excelsior. Na TV Tupi participou de títulos como “Meu Pé de Laranja Lima” (1970) e “Éramos Seis”(1977). Também atuou na última novela da Tupi, “Como Salvar Meu Casamento” (1979), encerrada antes de ser concluída.

“Foi triste. Durante um ano, sofremos muito, mas mantivemos o entusiasmo. Isso faz parte do artista brasileiro: ele não sucumbe, não entrega os pontos facilmente”, disse ela.

Carreira na Globo
Nicette estreou na Globo em 1980 no seriado “Obrigado, Doutor”, em que contracenava com Francisco Cuoco.

Entre as principais novelas que fez na emissora estão “Sétimo Sentido” (1982) e “Selva de Pedra” (1986), de Janete Clair, “Louco Amor” (1983), de Gilberto Braga, Clair; “Bebê a Bordo” (1988) e “Perigosas Peruas” (1992), de Carlos Lombardi; “Rainha da Sucata” (1990), de Silvio de Abreu e o remake de “Mulheres de Areia” (1993), de Ivani Ribeiro.

As últimas novelas de destaque foram em “I Love Paraisópolis” (2015), Alcides Nogueira Mário Teixeira, “Pega Pega” (2017), de Claudia Souto, e “Órfãos da Terra” (2019), de Duca Rachid e Thelma Guedes, sendo esta última a vencedora do Emmy Internacional neste ano.

Fonte: Folhapress
Foto: Divulgação

Cidades

Covid-19: Sesapi volta registrar mais de 1000 casos positivos e 22 mortes em 24h

Publicado

em

Nas últimas 24 horas foram registrados, no Piauí, 1232 casos confirmados e 22 óbitos pela Covid-19, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta sexta-feira (5).

Dos 1232 casos confirmados da doença, 679 são mulheres e 553 são homens, com idades que variam de um a 99 anos.

Doze mulheres e dez homens não resistiram a Covid-19. Elas eram de Aroazes (94 anos), Campo Maior (86 e 88 anos), Cocal de Telha (76 anos), Cristino Castro (65 anos), Marcolândia (60 anos), Oeiras (77 anos), Parnaíba (78 anos), Piracuruca (68 e 75 anos) e Teresina (43 e 100 anos). Já os homens eram naturais de Oeiras (94 anos), Parnaíba (78 anos), Pedro II (75 anos), Piracuruca ( 79 e 88 anos) e Teresina (56, 79, 80, 81 e 83 anos).

Os casos confirmados no estado somam 178.539 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 3.447 e foram registrados em 212 municípios. Até agora, morreram 2.020 homens e 1.427 mulheres.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 811 ocupados, sendo 444 leitos clínicos, 296 UTIs e 71 em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 10.218 até o dia cinco de março de 2021.

A Sesapi estima que 174.281 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Campanha de vacinação
Até o momento, o vacinômetro, ferramenta para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Piauí, aponta que 89.488 pessoas já receberam a primeira dose de vacina no estado e 25.356 a segunda dose.

Os dados são atualizados a cada 15 minutos a partir da inserção de registros no sistema de informação da campanha pelos estabelecimentos de saúde. 

O Painel de Monitoramento da Vacinação contra a Covid-19 pode ser acessado através do site www.saude.pi.gov.br.


Da Redação

Continue lendo

Cidades

Operação prende acusados de roubar a almoxarifado da Equatorial

Publicado

em

A Polícia Civil e a Força Tarefa da SSP deflagram nesta sexta-feira (5) a Operação Luz, que deu cumprimento a mandatos de prisão contra cinco acusados de participarem do assalto ao almoxarifado da empresa Equatorial Piauí, em abril de 2020.

Segundo o delegado Willame Moraes, coordenador da Dicap, os cinco estavam respondendo o processo em liberdade.

“O PM está foragido e dois já respondiam por outros crimes e estavam no sistema prisional”, diz

O delegado relata que, no dia do crime, os dois policiais militares estavam fardados e deram a cobertura para facilitar a entrada dos demais suspeitos de participação no crime.

“Roubaram coletes e vários equipamentos. Na época, o Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), responsável pela investigação, conseguiu identificar e prender todos. Depois, alguns foram colocados em liberdade. Um dos policiais foi assassinado, o Rafael. O processo continuou. Agora, com o recebimento da denúncia, o juiz confirmou todos os mandados de prisão preventiva, expediu e solicitou à Dicap o cumprimento”.

Da Redação

Continue lendo

Cidades

SETUT aceita proposta da Prefeitura de Teresina e decide parcelar de dívidas de R$ 22 milhões

Publicado

em

O Sindicato das Empresas Transporte Urbano de Teresina (SETUT) informou nesta sexta-feira (5), em reunião, online aceitar a proposta da Prefeitura de Teresina em parcelar a dívida de 22 milhões em 20 vezes, acumulada até setembro de 2020. A coletiva contou com a participação da assessora técnica da diretoria, Myrian Aguiar, do coordenador técnico da entidade Vinicius Rufino e demais representantes do SETUT.

Em seu pronunciamento, o vice-presidente do SETUT, Marcelino Lopes, expôs o panorama do cenário do sistema de transporte público de Teresina e informou a decisão definida entre os empresários para aceitar a proposta da gestão municipal.

“O SETUT irá aceitar a proposta financeira feita pela Prefeitura de Teresina, mesmo sendo muito aquém das expectativas e necessidades das empresas operadoras. A proposta financeira da gestão é para iniciar o pagamento da dívida atual de R$ 22 milhões. Esse gesto de aceitar o reparcelamento de uma dívida já negociada, demonstra de forma clara a intenção das empresas em contribuir, com esse esforço colossal, para que os serviços de transportes voltem a servir aos teresinenses”, disse.

Segundo Marcelino, por contrato a prefeitura deveria pagar a diferença entre a tarifa técnica (quanto custa para operar o sistema) e a tarifa pública, aquela que o usuário efetivamente paga. Por este cálculo, a dívida acumulada com as empresas alcançou R$ 20 milhões, que deveriam ser pagos em 10 parcelas de R$ 1 milhão, aproximadamente.

“Para quitar esta dívida com os trabalhadores será necessário recorrer ao sistema bancário, uma vez que o valor total é de R$ 2 milhões. Como a prefeitura nos repassará R$ 1,6 milhão, teremos de completar com mais R$ 400 mil”, informou.

Além da decisão tomada pelo Sindicato das empresas, também foram esclarecidas dúvidas referentes à greve dos motoristas e cobradores, legalidade dos contratos, obrigatoriedade da Prefeitura subsidiar o sistema, venda e recursos sobre o vale-transporte e cálculo das tarifas.

Com informações da Ascom

Continue lendo

Popular