Conecte-se conosco

    Artigos

    Artigo – Vocação é um dom de Deus?

    Publicado

    em

    SIM. E não tenha dúvidas sobre isso. O homem vocacionado é realmente feliz. Mesmo que ainda não tenha tido acesso ao aspecto vocacional? SIM. E não é algo que meramente colocou em sua cabeça; a vocação é um dom de Deus e está escrito isso na sagrada escritura de diversas formas bastando apenas compreender bem o que significa o chamado de DEUS. Muitos já trilham o caminho vocacional bem cedo. Outros, porém, demoram anos e anos e somente chegam ao ápice vocacional depois dos 50, 60, 70, 80 ou mais anos de idade. Certo juiz de direito chegou ao sacerdócio apenas depois dos 70 anos de idade. Jamais desistiu do chamado de Deus. O que é mesmo o significado de vocação? 

    Vocação é um termo derivado do verbo no latim “vocare” que significa “chamar”. É uma inclinação, uma tendência ou habilidade que leva o indivíduo a exercer uma determinada carreira ou profissão. Vocação é uma competência que estimula as pessoas para a prática de atividades que estão associadas aos seus desejos de seguir determinado caminho. Por extensão, vocação é um talento, uma aptidão natural, um pendor, uma capacidade específica para executar algo que vai lhe dar prazer. Vocação religiosa é um chamado de Deus para a prática religiosa, é louvar e servir a Deus e ao próximo. Ter vocação religiosa é estar disponível para se separar das coisas que são do mundo e que não são do agrado de Deus. Religiosos são cristãos que querem dedicar sua vida a Deus e aos irmãos, e encontrar em Deus sua segurança, alegria e realização pessoal. 

    Essas definições públicas geram um arcabouço em qualquer âmbito religioso? SIM. Pra ser Reverendo é necessário ter vocação. Pra ser Pastor é necessário ter vocação. Pra ser Sacerdote (Padre) é mais do que necessários ter vocação! Quais os reais sinais de uma vocação? Ser correto, íntegro e justo. Andar nos caminhos do Senhor e buscar constantemente a Santidade. Hoje ainda existem pessoas vocacionadas? Pouquíssimos! E o pecado do divórcio? O divórcio biblicamente somente se constitui pecado e grave quando divorciados contraem um novo matrimônio. Divorciado íntegro, justo e de vida pública e particular sem inescrupulosidades já “pagou” o seu preço perante Cristo Jesus. É bíblico! 

    O casamento é uma vocação e das maiores, pois é dos matrimônios que saem os seres humanos que adentram a outras vocações. Vocação é dom de Deus basta apenas revirar, ler e reler os códigos que regulamentam a vida eclesial. O que deve fazer então um divorciado íntegro? Evitar contrair um novo casamento e viver de forma casta, santa e correta. Mas quem não faz desta forma está condenado ao “fogo eterno”? Esses casos cabe à Igreja de Cristo aqui já na terra orientar bem os divorciados. Certo mesmo é que vocação é um dom de Deus. E a vocação profética? Essa é das maiores. Leia sobre Isaías e Jeremias! 

    Agostinho de Hipona teve foi um filho; sabiam disso? O nome do filho dele se chamava Adeodato. Existe homem mais correto e íntegro na Igreja de Cristo Jesus do que Agostinho de Hipona? Inácio de Loyola não teve filhos mais foi um grande devasso. O que representa hoje Inácio de Loyola pra Igreja de Cristo? Praticamente a sua sobrevivência. Você já viu algum Jesuíta envolvido em escândalos? A disciplina na Companhia de Jesus funciona. Alguém destruiu a sua vocação? Lute com todas as forças e continue FIRME!

    Artigo - Vocação é um dom de Deus?

    Por Josenildo Melo

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Banca de Jornal

    Propaganda