Argentina vence a Croácia e vai à final da Copa

A Argentina vai para a sua sexta final de uma Copa do Mundo, pela segunda vez com Lionel Messi em campo. Enquanto a seleção sonha com o tricampeonato, o craque de 35 anos busca o título que falta em sua extensa galeria de troféus na sua última participação no torneio. Hoje (13), a Albiceleste venceu a Croácia por 3 a 0, no Estádio Lusail, e carimbou a sua vaga na grande decisão do Mundial do Qatar. Agora só falta um jogo para concluir essa história.

Lionel Messi, de pênalti, e Julián Alvarez, duas vezes, marcaram os gols da classificação. O camisa 10 foi o grande protagonista da partida com um gol e uma assistência à la Messi. Com isso, a Argentina está de volta à final oito anos depois de ter sido derrotada pela Alemanha, por 1 a 0, na decisão da edição de 2014, realizada no Brasil. A seleção adversária será França ou Marrocos, que entram em campo amanhã (14), às 16h (de Brasília), para definir quem se classifica na outra semifinal.

Após eliminar o Brasil nas quartas de final, a Croácia tinha como missão superar outro gigante sul-americano em busca de seu título inédito. Os croatas mal criavam perigo e até conseguiram segurar os argentinos por meia hora, mas começaram a ceder espaço e levaram dois gols em cinco minutos antes do final do primeiro tempo. A atual vice-campeã não conseguiu reverter o placar na etapa final, ainda sofreu o terceiro em uma jogada com a genialidade de Messi e terminou derrotada em sua sexta participação em Mundiais.

A Argentina, que disputa a sua 18ª Copa, segue viva na missão de voltar a ser campeã depois de 36 anos — os títulos foram conquistados em 1978 e 1986. No próximo domingo (18), às 12h, será decidido se a seca argentina no torneio terá fim, e se Messi se aposentará com ou sem um título do Mundial. A Croácia, por sua vez, disputará o terceiro lugar no sábado (17).

Messi, genial
Alvarez seria considerado o protagonista da partida — se não fosse por Lionel Messi. O capitão argentino fez valer toda a sua genialidade em campo para criar a jogada do terceiro gol. Ele arrancou da linha lateral e fez o zagueiro Gvardiol, uma das revelações do torneio, parecer criança na marcação. O camisa 10 praticamente sambou diante do defensor croata para chegar até a linha de fundo e cruzar para trás para Alvarez escorar para dentro da rede, marcando o seu segundo no jogo e o terceiro da Argentina.

Com o capitão inspirado, a Albiceleste acabou sobrando em campo diante de uma Croácia apática, que não teve sucesso em repetir a estratégia contra os brasileiros e não resistiu à Argentina de Lionel Messi.

Messi faz o gol em cobrança de pênalti

Fonte: Folhapress
Fotos: Reprodução

relacionadas

talvez você goste